4 Mitos sobre o cérebro humano

O cérebro possui diversos mistérios que ainda precisam ser desvendados pela ciência e com tantos estudos para saber como realmente funciona sempre nos surpreendemos com os resultados das pesquisas. Com tantas coisas a serem desvendadas as pessoas acabam criando mitos sobre como funciona o cérebro e por isso falaremos sobre alguns desses mitos para conhecermos um pouco mais sobre o cérebro humano.

cerebro-humanoO cérebro possui a cor cinza

Realmente possui uma área cinza no cérebro como a famosa massa cinzenta mas também existe a massa branca, partes avermelhadas devido a circulação de sangue e também existe uma área preta por causa da neurolanina que determina a coloração da pele ou do cabelo. Normalmente vemos cérebros cinzentos quanto estão dentro de potes e essa coloração é devido aos produtos usados para conservá-lo.

Bebida alcoólica mata as células no cérebro

Isso apenas acontece se a pessoa ingerir álcool que tenha 100% de pureza, mas nas bebidas comercializadas e legalizadas o teor alcoólico é bem abaixo disso e é quase impossível matar as células do cérebro. A bebida alcoólica pode causar grandes estragos em todo o cérebro se ingeridas de forma contínua, mesmo que a célula não seja destruída as terminações nervosas são totalmente danificadas.

Apenas 10% é usado

É uma grande bobagem dizer isso, pois se os outros 90% não fossem usados para que existiria? Basta procurar por pesquisas que mostram imagens de ressonâncias magnéticas ou de tomografias para visualizarmos que diversas atividades mentais usam várias partes de nosso cérebro e podemos afirmar que usamos todo o potencial do cérebro diariamente. Para reforçar basta lembrar que qualquer lesão no cérebro traz grandes danos mesmo que sejam lesões mínimas ou em qualquer área.

Ouvir Mozart e jogos de lógica aumentam o QI

É sempre muito bom ouvir música independente de qual seja o ritmo escolhido e não influência o aumento do QI, mas poderá fazer boas escolhas e aumentar seu conhecimento cultural. Os joguinhos podem melhorar nosso humor e servir como um bom passa-tempo mas também não fazem muita diferença no desempenho do cérebro, uma pesquisa comprovou que as pessoas que navegam na internet conseguem melhorar algumas áreas do cérebro e as que jogam não apresentam nenhuma melhora.

Comentários

Envie seu comentário