Como alimentar um idoso – Alimentação do Idoso

As pessoas mais velhas fazem parte de um grupo de risco pelo facilidade de padecer da desnutrição ou perda da massa muscular, esse grupo consiste em pessoas de  (65 a 74 anos) e os idosos (acima de 75 anos). Com a idade, ocorrem mudanças fisiológicas que podem causar perda de dentes, diminuição do apetite, perda do paladar, falta de mobilidade afetando assim seu dia a dia dificultando tarefas comuns como por exemplo fazer compras e preparar sua própria comida … muitos idosos sofrem de desnutrição.

idosos-comendo

Foto divulgação: alimentação na terceira idade

Alimentação Saudável para Idosos

Fonte video: roseshome

Uma dieta equilibrada é essencial para a saúde dos idosos

O mais importante para uma pessoa idosa manter uma vida saudável é seguir estritamente uma dieta equilibrada, refeições diárias que contenham nutrientes ricos. Deve ser uma dieta rica em vegetais , carboidratos, pão, massas , legumes, carne moída, carne magra, frango, peru, peixes, ovos e gordura saudável como a que se encontra co azeite de oliva. Não é correto restringir a alimentação de carboidratos para os idosos, como pães e massas; e às formas líquida ou pastosa, como as sopas. Embora mais fáceis de ingerir e preparar, devem estar sempre acompanhadas de frutas, verduras, salada e proteína.

E se o idoso esta acima do peso ?

vários estudos já comprovaram que não é uma boa ideia encorajar uma pessoa idosa a perder peso, já que os idosos não praticam exercícios fiscos suficientes para equilibrar a perda de calorias e manter a fortalece a massa muscular. O risco maior é que ao fazer uma dieta o idoso pode perder a massa muscular e manter a massa gorda. O certo é limitar os açúcares simples (gorduras saturadas).

As proteínas são essenciais para não perder massa muscular

Para evitar a perda de massa muscular, a proteína deve ter fator biológico alto valor: carne, peixe, laticínios e ovos é fundamental à síntese da proteína muscular. Prepare refeições de fácil mastigação, como suflês e gratinados, que utilizam molhos à base de leite e queijos; como almôndegas, carnes moídas ou desfiadas e panquecas ou lasanhas recheadas com tais preparações.

Refeições de 3 em 3 horas

Entre almoço e janta deve oferecer pequenos lanches como uma peça de fruta, um iogurte de cereais, um pão integral e sucos.

Fibras

Para ajudar a minimizar  problemas intestinais com os idosos, devem acrescentar no cardápio o consumo de cereais, frutas e legumes, vale frisar que a ingestão exagerada de fibras não é recomendado, já que podem interferir com a absorção de outros nutrientes essenciais. Para ajudar os intestinos a funcionarem normalmente, é também muito importante beber bastantes líquidos, meio a dois litros de água por dia (6 a 8 copos de líquidos) se a pessoa não consegue beber tanta agua pode-se oferecer chás e sucos.

Compartilhar

Comentários