As novas regras para o berço e o carrinho de bebê – Inmetro

Aos pais que estão esperando seus filhos nascerem ou que tem filhos ainda bebês precisam ficar atentos as novas exigências da Inmetro para a fabricação e comercialização dos berços e dos carrinhos de bebê, essas novas regras valerão a partir do dia 24 de dezembro deste ano (2013). Tudo isso é para diminuir os riscos de acidentes com crianças quando estiverem utilizando os itens feitos especialmente para elas, assim os pais poderão ficar mais tranquilos quando seus filhos estiverem utilizando tais produtos.

inmetro-selo-para-berços

A Inmetro realizará testes para verificar a resistência das barras do berço, avaliará se a distancia entre o colchão e as laterais não ultrapassam os 3 centímetros e se existem bordas que podem machucar o bebê. No carrinho o instituto testará o cinto de segurança, as rodinhas e avaliará se o carrinho utiliza tecidos ou forros com materiais tóxicos, caso os produtos das empresas forem aprovados receberão o selo da Inmetro.

Prazo Para que as Empresas se Adaptarem às Novas Regras no Inmetro

Os berços deverão receber o selo da Inmetro até o mês de junho de 2014 e os carrinhos de bebê deverão receber o selo de aprovação até o mês de julho de 2015, depois desses prazos as empresas que não se adequarem e comercializarem os produtos sem o selo de aprovação da Inmetro receberão multas e terão os produtos apreendidos.

Essas providências foram tomadas devido ao índice de acidentes e devido a uma análise realizada pelo instituto onde foram reprovadas todas as 11 marcas de berços que comercializam seus produtos aqui no Brasil, assim os pais podem se sentir mais seguros quando forem comprar esses produtos para seus filhos.

Regras do imposto de renda 2013

As normas e também os procedimentos de quem precisa preencher a declaração do IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física) em 2013 já foram publicados pela receita federal desde o dia 19/02, essa declaração deve ser entregue a partir do dia 1º se estendendo até o dia 30 do mês de Abril e quem não respeitar esse prazo poderá pagar uma multa de R$ 165,74 e pode chegar a 20% do total do Imposto de Renda. Os contribuintes que precisam fazer as declarações poderão entregá-las através da internet de uma forma mais prática ou então poderá entregar em disquetes em alguma das agências do Banco do Brasil e também poderá fazer isso na Caixa Econômica Federal. Conheça as regras das novas regras do imposto da renda 2013 logo à baixo, lembrando que o IRPF 2013 tem como base os rendimentos do ano de 2012.

imposto-de-renda-2013

Quem é obrigado a fazer a declaração

Quem deve declarar imposto de renda 2013:

  • Todos que tiveram um rendimento tributável total que ultrapasse os R$ 24.556,65;
  • Todos que tiveram os rendimentos isentos, seja eles não tributáveis ou tributados que ultrapassou os R$ 40.000,00;
  • Todos que adquiriram ganhos de capital quando venderam seus bens ou caso fizeram operações na Bolsa de Valores;
  • Todos que tiveram uma receita bruta de R$ 122.783,25 com atividades rurais;
  • Todos que eram proprietários ou tinham bens que valem R$ 300.000,00 ou mais até o ultimo dia do ano precisam declarar;
  • Também vale para quem passou a residir no Brasil;
  • Os que quiseram a isenção do Imposto de Renda quando adquiriu capital na venda de um determinado imóvel para realizar a compra de outro imóvel no prazo de 180 dias também precisam declarar;

Conheça os modelos de declaração

O modelo completo permite que o contribuinte informe todas as despesas para reduzir o valor de base do IR usado para fazer o calculo, quando preenchido o programa analisará e informará caso o modelo simplificado for ainda mais vantajoso. Já o modelo simplificado faz um desconto de 20 % do valor dos rendimentos, mas se limita aos R$ 14.542,60;

Em 2014 terá uma nova facilidade onde os dados dos contribuintes que tem uma fonte de renda estará em um documento que será preenchido pela Receita Federal de forma prévia e só precisará da confirmação desses contribuintes.

Coloque seus sentimentos ao fotografar

Tire suas próprias fotos com ar de profissional

Escolha ângulos diferentes, para isso vá se movimentando até encontrar a forma correta para tirar aquela foto; às vezes, o simples fato de você se encurvar, se esticar ou se abaixar pode melhorar muitíssimo suas fotos. Ajoelhe-se ou se deite no chão para mostrar flores no primeiro plano ou fotografe do alto. O importante é usar a criatividade e seu estilo próprio.

Como tirar fotos profissionais

Tire uma boa fotografia

O movimento está em toda parte, seja um surfista, fazendo suas manobras radicais sobre as ondas do mar ou um beija-flor sobrevoando as flores para se alimentar, ainda assim você precisa congelar a imagem; para câmeras com velocidades do obturador ajustáveis é bom usar um filme de alta sensibilidade, como o KODAK ISO 400, e a velocidade ajustada para 1/500 ou 1/1000 de segundo. Pressione o botão disparador um pouquinho antes do ponto culminante do movimento.

Coloque seus sentimentos ao fotografar

Se fotografamos alguma coisa é porque chamou a nossa atenção, algo nos interessou por fotografar, seja o que faz as pessoas se sentirem felizes ou até mesmo tristes. Ao fazer uma foto, tente captar seu próprio sentimento.

Faça experiências, ao tirar uma foto, tenha sempre em mente que você está sob o controle de uma série de regras, caso as desobedeça poderá obter uma foto bastante original. Aquela que você poderá dizer “esta é minha foto preferida!”.

Seja você mesmo ao capturar fotos.