Regras do imposto de renda 2013

As normas e também os procedimentos de quem precisa preencher a declaração do IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física) em 2013 já foram publicados pela receita federal desde o dia 19/02, essa declaração deve ser entregue a partir do dia 1º se estendendo até o dia 30 do mês de Abril e quem não respeitar esse prazo poderá pagar uma multa de R$ 165,74 e pode chegar a 20% do total do Imposto de Renda. Os contribuintes que precisam fazer as declarações poderão entregá-las através da internet de uma forma mais prática ou então poderá entregar em disquetes em alguma das agências do Banco do Brasil e também poderá fazer isso na Caixa Econômica Federal. Conheça as regras das novas regras do imposto da renda 2013 logo à baixo, lembrando que o IRPF 2013 tem como base os rendimentos do ano de 2012.

imposto-de-renda-2013

Quem é obrigado a fazer a declaração

Quem deve declarar imposto de renda 2013:

  • Todos que tiveram um rendimento tributável total que ultrapasse os R$ 24.556,65;
  • Todos que tiveram os rendimentos isentos, seja eles não tributáveis ou tributados que ultrapassou os R$ 40.000,00;
  • Todos que adquiriram ganhos de capital quando venderam seus bens ou caso fizeram operações na Bolsa de Valores;
  • Todos que tiveram uma receita bruta de R$ 122.783,25 com atividades rurais;
  • Todos que eram proprietários ou tinham bens que valem R$ 300.000,00 ou mais até o ultimo dia do ano precisam declarar;
  • Também vale para quem passou a residir no Brasil;
  • Os que quiseram a isenção do Imposto de Renda quando adquiriu capital na venda de um determinado imóvel para realizar a compra de outro imóvel no prazo de 180 dias também precisam declarar;

Conheça os modelos de declaração

O modelo completo permite que o contribuinte informe todas as despesas para reduzir o valor de base do IR usado para fazer o calculo, quando preenchido o programa analisará e informará caso o modelo simplificado for ainda mais vantajoso. Já o modelo simplificado faz um desconto de 20 % do valor dos rendimentos, mas se limita aos R$ 14.542,60;

Em 2014 terá uma nova facilidade onde os dados dos contribuintes que tem uma fonte de renda estará em um documento que será preenchido pela Receita Federal de forma prévia e só precisará da confirmação desses contribuintes.

Comentários

Envie seu comentário