Sintomas de Algumas Doenças Comuns na Infância

As mães de primeira viagem sempre ficam perdidas e sempre buscam informações sobre como proteger seus filhos de algumas doenças comuns na infância da melhor maneira e realmente é muito importante estarem atentas com as doenças que as crianças estão sujeitas a adquirir. Por isso vamos falar um pouco sobre como identificar os sintomas que essas doenças trazem para que consiga tratá-las rapidamente com o auxílio de um médico, assim conseguirá deixar seu filho saudável novamente em pouco tempo.

Doenças Comuns na Infância

mamae-e-bebe

Foto divulgação: Fique Atento aos Sintomas de Algumas Doenças Comuns na Infância

– Gripes e Resfriados: Todos podemos adquirir um resfriado mas na infância isso é ainda mais comum já que o corpo da criança ainda está aprendendo a se defender, acaba sendo mais freqüente em crianças que freqüentam as creches e berçários. Quando a criança está adquirindo um resfriado ela começa a sofrer com a falta de apetite, com a coriza e em casos de gripes mais fortes a criança começa a ter febre em 1 ou 3 dias. Quando a garganta e os ouvidos inflamam é preciso ter um cuidado maior principalmente se as febres forem altas, não hesite em procurar pela ajuda de um médico pediatra.

– Gastroenterite: Esse é o nome dado a inflamação que atinge o estômago e o intestino, pode ser causada pelos alimentos que foram contaminados com bactérias ou por toxinas. Essa intoxicação alimentar pode causar a falta de apetite, vômitos, náuseas, cólicas, diarréias e desconfortos abdominais.

– Amigdalite: Basicamente é uma inflamação da garganta que pode se desenvolver em crianças. A Amigdalite causa febre alta, dores no ouvido, dores musculares, dores de cabeça, falta de apetite, vômitos, náuseas, dores no pescoço, dores na garganta e vermelhidões na garganta. Em alguns casos a garganta pode apresentar pontos de pus e é essência que busque pela ajuda de um médico pediatra para que possa tratar a criança corretamente.

Hoje em dia as doenças como sarampo, caxumba e rubéola são evitadas através das vacinas obrigatórias nos primeiros anos de vida e ao contrário dos tempos antigos essas doenças deixaram de ser comuns entre as crianças brasileiras. Qualquer doença deve ser tratada com um profissional especialista e nunca poderá fazer alto medicações para que não piore a situação.

Comentários

Envie seu comentário