Cultura de Alto Contexto e Baixo Contexto – Marketing de cultura

Existe uma questão de diferenças de cultura que precisa ser bem entendida pelos profissionais de marketing, que é a cultura de alto contexto e a cultura de baixo contexto. Talvez você nunca tenha ouvido falar de nenhuma delas, mas a verdade é que elas interferem diretamente em como as negociações são feitas entre empresas de países diferentes. É necessário que a empresa que está adentrando em um país conheça se a cultura do local é uma cultura de alto contexto, caso a dela seja de baixo contexto, sobre o risco de as negociações feitas ali serem um completo fracasso. Todos os povos da face da terra tem sua própria maneira de fazer as coisas e de se comportar, na hora de fazer negócios também cada um tem as sua particularidades.

estrategias-de-marketing

Os antropólogos definem a cultura como sendo os modos de vidas criados por um grupo de indivíduos e que são transmitidos para os seus filhos de geração em geração. É fácil você perceber isto quando eu digo que aqui no Brasil comer carne bovina é completamente natural, mas na índia isto é uma completa aberração, devido a vaca ser um animal sagrado por lá. Assim como comer cachorro aqui no Brasil é horrível só de pensar, mas em muitos países da Ásia é completamente natural. Assim como a cultura influencia costumes, também influencia o consumo de categorias de produtos.

Voltando ao nosso caso inicial da questão de cultura de alto contexto e cultura de baixo contexto, veremos que as negociações tem certas peculiaridades de cada país. As culturas podem ser agrupadas pelo modo como encaram certas formalidades sociais. Entenda melhor agora:

Cultura de alto contexto

Nesta cultura a palavra de uma pessoa é mais importante do que um contrato assinado. O mais importante é a palavra que uma pessoa dá e não um papel que ela assina. No Brasil, antigamente, até a década de 50, também era assim, as pessoas diziam que assinavam “com o fio do bigode”, ou seja, somente pela palavra. O Japão é considerado hoje uma cultura de alto contexto. Nestas culturas as sanções legais não são mais importantes do que o sentido de honra e, por conta disto, as negociações são lentas, já que a parte procura conhecer mutuamente a outra antes de realizar uma negociação.

Cultura de baixo contexto

Neste tipo de cultura o caráter dos participantes são menos importantes, portanto um não procura conhecer o outro e tudo tenta ser o mais rápido possível. A palavra não é valorizada, mas sim contratos e papéis assinados como prova de que, se uma das partes não cumprir o que foi acordado, haverá sanções legais.

Diferenças mais acentuadas entre os dois tipos de culturas

Advogados: Não são muito importantes na cultura de alto contexto, sendo o contrário na de baixo contexto.

A palavra da pessoa: Nas de alto contexto são a garantia, mas nas de baixo contexto o papel é necessário.

Negociações: Demoradas na de alto contexto e rápidas nas de baixo contexto.

Exemplos de países: Japão o oriente médio (alto contexto). Estados Unidos e norte da Europa (baixo contexto).

A cultura de alto contexto, bem como a cultura de baixo contexto, precisam ser conhecidas na hora que uma empresa vai fazer negociações em países diferentes. A cultura influencia muito nas negociações.

O Poder das Dimensões Culturais nos Negócios

Muito se tem falado sobre dimensões culturais na hora de entrar em um novo país para fazer as suas operações. Sabe-se que é muito diferente você ter um negócio na China e outro nos Estados Unidos, mesmo que seja do mesmo ramo de mercado. A cultura de um país interfere diretamente na maneira como consomem, como vão ao shopping center, como fazem negociações, como tratam as pessoas, ou seja, em tudo a cultura interfere. Dificilmente poderá ser transportado um modelo de negócios de um país para o outro sem fazer alguma alteração por causa das dimensões culturais diferentes de ambos.

Teoria das Dimensões Culturais

Dimensoes-Culturais

Segundo o antropólogo Geert Hofstede, as culturas das nações podem ser listadas em 4 diferentes, tais são elas:

Distancia de poder

A sociedade tem uma distribuição de poder desigual. Essa distancia de poder é uma das dimensões culturais que tratam de analisar até que ponto a sociedade aceita esta distribuição de poder do jeito como se apresenta.

Cultura Individual

Existe um grau de integração de grupos e indivíduos na sociedade e a cultura individual reflete esse grau. Quando a cultura é individual, as pessoas tendem a se preocupar mais consigo mesmo e com sua família. Quando a cultura é coletiva, as pessoas estão integradas em grupos coesos.

Masculinidade e Feminilidade

No campo das dimensões culturais sob o ponto de vista da masculinidade, o papel dos homens é se preocupar com a questão material e as mulheres precisam cuidar da casa e dos filhos. Mas sobre o ponto de vista da feminilidade, tanto homem e mulher tem papéis iguais.

Aversão ao risco

Em muitas sociedade o risco é algo impensável. Os japoneses, por exemplo, só fazem negociações depois que conhecem bem a outra parte, pois isto minimiza o risco. Já em outras sociedades o risco é aceitado de forma natural e pode ser até um “algo a mais” para incentivar uma empreitada nova.

Assim como existem as dimensões culturais diferentes, existe também a necessidade do profissional de marketing perceber as necessidades de cada cultura, pois senão os negócios não vão prosperar como deveriam, ou talvez nem prosperem absolutamente nada. Mas a questão é que quem trabalha com marketing precisa deixar de lado suas experiências culturais e olhar sob um ponto mais objetivo para a outra cultura. Para isto pesquisadores dividiram em 4 passos a resolução de um problema cultural de um país para outro:

  1. Definir o problema segundo hábitos e normas do país de origem;
  2. Definir o problema segundo hábitos e normas do país de destino;
  3. Isolar a influencia do critério de auto referência, ou seja, tirar o seu modo cultural de ver as coisas;
  4. Redefinir o problema e resolvê-lo segundo o critério do país de destino.

Feito estes 4 passos é possível entender melhor as dimensões culturais de um novo país onde se quer realizar negociações.

Lembrando que alguns produtos precisam ser adaptados na hora que entrarem em um novo mercado regional, principalmente no que diz respeito a ramos alimentícios. Mas outros não precisam mudar nada, tais como são os chips de computadores, que serão usados da mesma forma em qualquer lugar do mundo.

As dimensões culturais precisam ser muito bem conhecidas na hora de expandir uma empresa para um mercado externo, ou seja, em outro país.

Catraca Livre traz informação e conteúdo à SP

Você quer informações interessantes sobre cultura e serviços e não sabe onde encontrar as novidades mais interessantes que pintam em São Paulo e no mundo? Entre diversos sites que já pesquisei sobre dicas e utilidades na cidade, indico o Catraca Livre, que tem informações para todos os gostos e gêneros e ainda traz conteúdos inusitados.

 Catraca Livre São Paulo

O site Catraca Livre iniciou suas atividades em 2009, desenvolvido pelo jornalista Gilberto Dimenstein e estudantes universitários da USP, FAAP, PUC, Mackenzie e Metodista, com o intuito de unificar em uma mesmo espaço, tendências, projetos, ações e novidades culturais gratuitas ou com preços acessíveis para a cidade de São Paulo e para algumas capitais brasileiras à todos os gêneros de interesse.

Onde as idéias propostas, possam em qualquer região do mundo, inspirar novas idéias com soluções comunitárias.  A seleção destas notícias diárias é também realizada em conjunto com a comunidade, onde, por meio das pessoas cadastradas na rede do site, algumas informações recebidas são divulgadas pela “Teia Comunicadora”

Para poder divulgar conteúdos e criar ações que possibilitem a aproximação da cultura através da comunicação, o projeto Catraca Livre é mantido por empresas, fundações, universidades e institutos culturais, como:  Ambev, Braskem, CCR, Faculdade Belas Artes, Fundação Itaú Social, Hospital Samaritano, Instituto Itaú Cultural, Johnson&Johnson, Porto Seguro, Santander Universidades, SEB, Senac, Sesc, Sesi, Universidade Estácio de Sá.

 Para fazer buscas de seu interesse, é bem simples:

Entre no site Catraca Livre e escolha a opção de atividade que deseja obter informações. Logo no início da página, você pode clilcar nos links por Agenda, Ar livre, Promoção, Urbanidade, Universidades, Serviços, Gastronomia, Dica Digital, Consumo, Rede, entre outras opções que você pode encontrar navegando pelo site também. Veja:catracalivre.folha.uol.com.br e catracalivre.tumblr.com.